Conheça Cuiabá
Publicado em 06/02/2012
 
No Coração da América do Sul
Centro Geodésico da América do Sul, sem dúvida, Cuiabá ocupa posição geográfica privilegiada. A demarcação feita pela comissão do ilustre mato-grossense Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, em 1909, indica Latitude Sul 15º 35´ 56” 80 e Longitude Oeste 56º 06´ 05” 55. No marco, localizado na Praça Moreira Cabral, antigo “Campo D´Ourique”, a homenagem é assinada pela Sociedade dos Amigos de Marechal Rondon: “A identidade de um povo está alicerçada na história dos seus heróis desbravadores”.

Eleito pelo voto popular em 2004, o monumento é a marca turística oficial da Cidade Verde, cuja localização, eqüidistante 2 mil quilômetros dos oceanos Atlântico e Pacífico, impulsiona o desenvolvimento e favorece o intercâmbio comercial, cultural e turístico da capital e de todo o Estado de Mato Grosso com importantes centros econômicos brasileiros e sul-americanos.

Cuiabá é também conhecida como Portal da Amazônia e Portal do Pantanal - dois dos mais importantes biomas brasileiros, reconhecidas grifes internacionais de ecoturismo do país. A cidade tem acesso rápido e fácil ainda à Chapada dos Guimarães, Nobres, Jaciara e todo o Cerrado mato-grossense, região famosa pela abundância de atrativos naturais como grutas, cavernas, cachoeiras e águas termais.

Dados socioeconômicos:

População: + de 500 mil
Área: 3.538 km²
Clima: tropical quente e úmido.
Hospitalidade!
Para recepcionar e hospedar seus visitantes, Cuiabá dispõe de ampla e moderna rede hoteleira. Com opções para todos os gostos, do simples ao sofisticado, o objetivo desse mercado em franca expansão é receber bem e fazer se sentir em casa, quem vem de fora.

Hospitalidade e simpatia são as características mais singulares, marcas registradas dos cuiabanos e de quem hoje vive na tricentenária Cidade Verde. Além de bons hotéis, a capital mato-grossense tem profissionais capacitados, tecnologia, padrão de qualidade internacional e uma das melhores e mais bem-equipadas infra-estruturas do País para a realização de eventos de pequeno, médio e grande portes.

Só na capital, os auditórios dos centros de convenções e espaços para eventos comportam simultaneamente cerca de 16 mil participantes. Esta capacidade se amplia nos arredores, especialmente no Pantanal e Chapada dos Guimarães, onde empresários do setor hoteleiro também investem na infraestrutura.


Os novos filhos da terra!
Paulistas, cariocas, paranaenses, gaúchos, catarinenses, nordestinos, mineiros e goianos destacam-se entre os migrantes vindos de todas as parte do País. Cidade secular, Cuiabá é pátria-mãe, acolhedora de todas as raças e todos os povos.

O Ciclo do Ouro, ainda no século XVIII, foi importante estímulo a esse fluxo migratório. Em meados do século passado, o processo de ocupação e colonização das terras mato-grossenses ficou conhecido como a “Marcha para o Oeste”. Em 1970, a cidade vive uma explosão populacional, motivada pelos projetos de desenvolvimento da Amazônia.

Esses fatores ajudam a entender como se formou essa mistura e o caldeirão de diversidade cultural. Na capital, convivem harmoniosamente nichos populacionais de todas as regiões do Brasil: Norte, Sul, Leste, Oeste, Noroeste, Sudeste e Centro-Oeste.

Em meio a essa fusão de costumes e sotaques, o cuiabano de tchapa e cruz, expressão usada para quem nasce em Cuiabá e dela não pretende sair, preserva seu sotaque, suas crendices e seus valores. De manhã cedinho, em jejum, ele toma o guaraná ralado na grosa com água “bem gelada” e ganha a disposição necessária para mais um dia de trabalho e lazer. A bebida, energética e famosa por seus poderes afrodisíacos, é motivo de orgulho na região.

Os novos cuiabanos surgem desse encontro, frutos da atração estimulada pelas diferenças e, talvez, da sedução na troca de olhares, mistérios e encantos despertados pelos poderes do guaraná.
Cuiabá - prospera e moderna!
Cuiabá - a capital do Estado que mais cresce no País -, vive um processo de rápida expansão comercial, industrial e de serviços. Aqui, casarões coloniais dividem espaço com prédios de arquitetura moderna e largas avenidas.

Capital brasileira do agronegócio, a prosperidade da Cidade Verde se revela no crescimento do Distrito Industrial que abriga mais de 10 mil trabalhadores e cerca de 200 empresas nos setores da agroindústria, transporte, combustíveis, madeira, couro, plásticos, cimento, alumínio e aço, entre outros.

Arrojados shoppings centers e galerias comerciais reúnem mais de mil lojas e 20 salas de cinema por onde circulam mensalmente fluxo superior a um milhão de consumidores e turistas atentos aos lançamentos e novidades.

A força da economia e modernidade de Cuiabá se refletem também nos centros de convenções, diversificada rede bancária, casas de câmbio, tecnologia para o trabalho - como auditórios para teleconferências, e para o lazer - casas de jogos eletrônicos, lan-houses e cybercafés. Com hora marcada, é possível visitar a sede do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Cuiabá, a cidade brasileira que mais cresceu nos últimos 20 anos, também tem qualidade de vida. De acordo com o Censo 2000 (IBGE), temos o segundo melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado.
 
Voltar
 
Entrar em contato via WhatsApp!